CIRURGIA ORAL

AGENDE JÁ

Dentes inclusos, pouco osso para colocação de implantes, alterações patológicas, malformações estruturais e traumas dos ossos da face são problemas que devem ser rigorosamente avaliados e posteriormente corrigidos. A maioria dos procedimentos são facilmente contornados em cirurgias realizadas no próprio consultório com anestesia local e em alguns casos com sedação consciente com uso de oxido nitroso.

A área que cuida de cirurgias das gengivas, dos dentes, das bochechas e dos ossos é chamada de Cirurgia Oral Menor. Normalmente, os processos cirúrgicos deste campo costumam ser simples e podem ser realizados emclínicas odontológicas, com o uso da anestesia local.

O que é cirurgia oral menor?

  • Extração dos dentes;

  • Remoção de dentes que estejam dentro dos ossos, ou seja, os que ainda não nasceram;

  • Extração de dentes quebrados e/ou infectados;

  • Cirurgias do lábio inferior;

  • Remoções do freio labial;

  • Remoções do freio lingual, que está associado ao problema de “língua presa”;

  • Remoção de cistos;

  • Cirurgias em regiões onde os tecidos bucais estão moles;

  • Restos radiculares;

  • Necessidade da extração de tecidos bucais para exames de biópsia;

  • Cirurgias feitas com o intuito de melhorar o tecido bucal que irá receber uma prótese dentária;

  • Pequenas correções dos ossos;

  • Implantes;

  • Cirurgias da gengiva e periodontais;

  • Extração dos dentes do siso, e

  • Outras cirurgias menores que envolvam riscos pequenos aos pacientes.

Entre as principais cirurgias feitas estão:

Após essas pequenas intervenções cirúrgicas, os pacientes costumam ter uma recuperação rápida. O pós-operatório pode acontecer no conforto de casa e, na maioria das vezes, o paciente conversará conosco para saber se há ou não a necessidade de cuidados especiais depois da operação. Vale ressaltar que as medicações indicadas devem ser tomadas regularmente, assim como os cuidados em relação à higienização da região operada. Em caso de qualquer dúvida, não deixe de entrar em contato REALI para sanar todas as questões que possam surgir.

No caso das cirurgias de remoção dos terceiros molares (dentes do siso) a alimentação deve ser leve para que os pontos não se abram e para que o período de recuperação também seja mais rápido. Entre os principais motivos para a realização da extração dos sisos estão a falta de espaço dos dentes na arcada, dentes inclusos ou impactados, problemas de formação e outras anomalias dentais.  É preciso deixar claro que qualquer tipo de cirurgia deve ser realizada por dentistas formados e capacitados, assim como a confiança que o paciente precisará ter na qualidade dos materiais e equipamentos que o local irá oferecer. Mas, para prevenir que cirurgias como a extração de dentes que não foram cuidados de maneira correta aconteçam, preocupe-se sempre com a higienização dos seus dentes, escove-os após as refeições, use fio dental e vá ao dentista, pelo menos, de seis em seis meses para saber se está tudo bem.

Caro paciente;

O pós-operatório é o tempo que você vai levar para se recuperar totalmente da cirurgia em que foi submetido(a). Para que ocorra uma boa recuperação e evite infecções e outras complicações, é necessário que você siga rigorosamente estas instruções. São cuidados preventivos que vão garantir resultados rápidos e satisfatórios. Dependendo da cirurgia, pode ser que haja alguns outros cuidados específicos, neste caso, as instruções serão passadas na hora para você. Veja abaixo os cuidados que você precisa tomar para que sua cicatrização seja rápida.

Importância do repouso

Nosso corpo, depois de qualquer cirurgia, necessita de um tempo para se regenerar. O sistema imunológico fica mais fraco, a circulação trabalha em dobro e a cicatrização e a eliminação de líquidos gastam muita energia do paciente.

Você sentirá alguns desconfortos após a cirurgia, por este motivo, é bom sempre ter alguém por perto. O repouso é essencial, pois é ele que vai ajudar a prevenir o inchaço, dores, hemorragias e infecções.

Os 3 primeiros dias são fundamentais para a recuperação inicial do coágulo sanguíneo, eles que vão determinar um pós-operatório sem complicações.

Evite sangramentos

Os sangramentos podem ser muito prejudiciais ao paciente, pois através deles, podem ocorrer infecções que comprometam a recuperação. Para se evitar isso os cuidados começam logo após a cirurgia. Mantenha o rolete de gaze já colocado na boca sob pressão na área operada por aproximadamente 30 minutos após a intervenção.

Quando chegar em casa, como já dissemos, você precisará repousar, pois só assim, o corpo terá energia para trabalhar na cicatrização da sua cirurgia. Quando estiver deitado, fique sempre com a cabeça mais elevada que o resto do corpo.

Algumas atitudes deverão ser evitadas para que o sangramento não ocorra, pois elas podem aumentar o fluxo sanguíneo ou simplesmente machucar mais a área operada. São elas:

  • Tocar a ferida operatória com a língua, dedo ou qualquer outro objeto;

  • Fazer bochechos de qualquer espécie nas primeiras 24 horas;

  • Sugar canudos ou cuspir;

  • Fumar;

  • Exposição ao sol;

  • Esforços físicos.

Alimentação

Você precisará se alimentar para repor as energias, mas tome muito cuidado nessa hora. Certos alimentos podem interferir no curativo, por isso nas primeiras 24 horas é recomendado que sua comida seja fria, líquida ou pastosa, como sucos de frutas, leite, mingaus, sorvetes, caldo de carne, etc. Lembre-se de não cuspir nem usar canudos.

Após essas 24 horas cruciais, a alimentação já pode ser morna, como ovos, purês, arroz, feijão, etc. Atenção: somente após o 3º dia do pós-operatório que a alimentação poderá voltar ao normal, mas sempre com moderação. 

Higienização

Para que sua boca fique higienizada, após 24 horas da cirurgia, você deve lavar a boca com uma solução de Malvatricin ou Cepacol. Misture 01 colher de sopa em ½ copo de água. 

Se ocorrer um pouco de sangramento, não se preocupe, é normal. 70% desse sangue será saliva e 30% será sangue. Se acontecer, é só colocar um rolo de gaze diretamente sobre o local da cirurgia. Morda ou faça compressão durante 30 minutos. Repita o procedimento, caso haja necessidade.

Mas se houver dor ou o sangramento for excessivo, entre em contato com consultório o mais rápido possível.

Caso ocorra sangramento

Caso o cirurgião dê instruções para você usar bolsa de gelo no local da cirurgia, comece a usá-la assim que chegar em casa, com intervalos de 15 e 15 minutos nas primeiras 3 ou 4 horas.

Bolsa de gelo

Medicação e retorno

Siga rigorosamente a medicação prescrita. Ela vai contribuir com a cicatrização, eliminar as dores e evitar complicações. Não ingira bebidas alcoólicas neste período. Também compareça ao consultório sem falta nos dias marcados para observação, curativos e retiradas de pontos.

Então você já sabe: siga estas recomendações à risca que daqui alguns dias você já vai sorrir novamente. Qualquer dúvida que surgir, entre em contato com a gente, que a esclareceremos com o maior prazer. 
Aguardamos seu contato!